ganhe dinheiro rapido e facil cadastre se e saiba mais

Bem Vindos

Sejam Bem vindos ao Legionario do rock fiquem a vontade para baixar seus arquivos e fazer seus pedidos , ajude nosso blog a continuar clicando em nossas propagandas e cadastrando seus celulares quando fizerem os downloaads um super abraço

domingo, 21 de junho de 2009

Cd Mp3 The Jackson 5 - The best Of


Biogrfia do Biquine Cavadão


Biografia Oficial
Em 1983, Bruno, Álvaro e Miguel, colegas de terceiro ano do Colégio São Vicente de Paulo, decidiram tocar, junto com mais alguns amigos, num sarau, uma espécie de festival de música. Com o sucesso de sua apresentação, eles decidiram fazer daquela ousadia um habito. Após muitas formações, receberam do amigo Herbert Vianna a sugestão do nome "Biquini Cavadão". Bruno passou apenas a cantar, Miguel assumiu totalmente o teclado e Alvaro foi novamente chamado para o grupo, desta vez tocando bateria, ao invés de violão.
Após vários meses fizeram Tédio, e esta música foi o chamariz para que Carlos Beni (ex-Kid Abelha) insistisse em gravá-los.A demo, que contou com Herbert na guitarra, foi parar na Rádio Fluminense FM , berço de várias bandas de rock nos anos 80. O sucesso da demo, os levou à Polygram para gravar um compacto no começo de 85.
Faltava um guitarrista: Carlos Coelho apareceu logo após o segundo show profissional realizado pela banda. A sua integração se deu rapidamente colaborando nas composições e gravando todos os programas de TV. Era como se ele apenas tivesse faltado no dia de tirar fotos para a capa do compacto...
No meio de 85, lançam um Mix com Tédio (remix) e No Mundo da Lua, que também chega às paradas de sucesso. No final daquele ano eles gravam o primeiro lp: "Cidades em Torrente". Além dos dois hits iniciais, eles ainda emplacam Timidez, Inseguro de Vida e Múmias. O disco chega a atingir a marca de 60 mil cópias vendidas em fevereiro de 86. São eleitos a revelação de 85 e excursionam por quase todo o país.
Em 87, lançam o lp "A Era da Incerteza". Apesar de não ter tantos sucessos quanto o primeiro disco, chegam a marca de 50 mil copias, embalados por músicas como Ida e Volta e 1/4.
O terceiro disco só viria em 1989. Mesmo sendo considerado o mais fraco de todos os discos do Biquini (apenas 25 mil cópias), " Zé" emplaca três hits nas rádios: Teoria, Meu Reino e Bem Vindo ao Mundo Adulto.
Em 90 o remix de Bem Vindo põe o grupo de volta às paradas no Rio. No ano seguinte é a vez de Meu Reino '91 (um lar em Brixton) fazer sucesso alguns meses antes do lançamento do lp " Descivilização". Zé Ninguém dá a partida para uma série de primeiros lugares em várias rádios do Brasil.
Em 92, Impossível e Vento, Ventania arrancam o lp para as 70 mil cópias. Vento Ventania é eleita a música do ano e o Biquini, novamente, grupo revelação. Outras faixas como, Cai Água, Cai Barraco, Arcos e Vesúvio também estouram pelo país.
No começo de 93 eles participaram do Hollywood Rock abrindo a noite de Red Hot Chilli Peppers e Alice in Chains. No meio do ano, se transferem para a Sony Music e lançam, como aperitivo para o novo lp, a regravação de Chove Chuva , de Jorge Benjor . No começo de 94, a Polygram lança " O Melhor do Biquini Cavadão" contendo um resumo dos 9 anos carreira enquanto a banda se tranca em uma velha casa para compor o seu novo disco "Agora". Músicas como O Idiota Eletrônico, Sobrancelhas e Porque Você Não Estava Aqui começam a despontar. Eles fecham o ano de 94 regravando Ilegal,Imoral ou Engorda para o disco "Rei" em homenagem a Roberto Carlos. Passam o ano de 95 excurcionando comemorando os dez anos com shows no Brasil e Estados Unidos. Preparam-se para lançar um songbook e criam o primeiro e-mail de um conjunto de rock no Brasil: biquinicav@ax.ibase.org.br, passando a se comunicar também pela Internet.
No ano de 96, como conseqüencia deste fato, foram a primeira banda a ter um site oficial no Brasil. Foram visitados constantemente por brasileiros espalhados pelos quatro cantos do país e diversos pontos do mundo, como Europa, Japão, Costa Rica, Argentina e Tailandia. Também neste ano o Biquini esteve presente em dois lançamentos literários. Sheik lançou seu livro de poesias "Borboletas no Estômago do Cachorro Louco" e a banda finalmente lançou o seu RockBook, livro de partituras com biografia e dados estatísticos. Rescindiram o contrato com a Sony Music e passaram o final do ano compondo e gravando o novo disco previsto para sair em 97.
Começam o ano de 97 gravando e mixando o disco biquini.com.br. Durante os meses de março e Abril, negociam com gravadoras e acabam fechando com a BMG. Entram novamente em estúdio e regravam algumas faixas, além de incluir outras inéditas. Bruno viaja para New York e grava vozes para alguns remixes. Enquanto isso, o disco 'O Melhor do Biquini Cavadão' ultrapassa as 100 mil cópias. O departamento de marketing da BMG sugere o lançamento em '98 e o grupo passa a ensaiar um novo show.
Em parceria com a UNISYS do Brasil, biquini.com.br apresenta uma faixa interativa desenvolvida pela 10Minutos e se torna o primeiro disco de audio lançado no país com um kit de acesso à Internet. Janaína estréia nas rádios se tornando um sucesso nacional. O clip é indicado para a categoria "escolha da audiência" e é super bem votado. O disco cresce nas vendagens ao mesmo tempo em que a Polygram lança um projeto especial contendo Remixes da banda. Tédio e Sabor do Sol entram com força nas rádios do país a partir do segundo semestre. O Biquini lança o disco biquini.com.br no Canecão, com direção de Ernesto Piccolo e cenários de Analu Prestes. O show incluiu 4 bailarinas backing vocals sobre uma passarela e um fundo inspirado em placas de computador. A tour seguiu pelos estados do sul e sudeste. O Biquini encerrou o ano de 98 com À Vontade, um projeto no Ballroom, Rio de Janeiro, onde durante as quartas de novembro contaram com convidados especiais. Jorge Benjor, Ze Ramalho, Kid Abelha, Herbert Vianna e Frejat foram alguns dos nomes presentes da festa. Em dezembro, voltaram a entrar em estúdio para compor novas faixas para o novo disco previsto para 99.
O ano de 2002 começou com uma tour pelo Nordeste, presença no Planeta Atlântida, férias em Fevereiro e a continuidade do trabalho lançado em 2001. A banda excursionou por todo país se apresentando também em grandes festivais como o de Lençois na Bahia e o de Crato, no Ceará. No meio do ano, Bruno, junto com o produtor Luis Carlos "Meu Bom", gravaram o CD Superfantástico - Quando Eu Era Pequeno, um tributo às músicas infantis com presença de diversos artistas. O Biquini Cavadão compareceu gravando O Carimbador Maluco (Raul Seixas) do especial Plunct Plact Zummm. No começo de Outubro, a banda marco presença no Ceará Music 2002, encerrando o festival às 7 da manhã para mais de 30 mil pessoas. O evento foi gravado e depois editado e dirigido por Carlos Coelho para sua estréia como diretor de um clipe: Toda Forma de Poder, clássico dos Engenheiros do Hawaii. Fecharam o ano com mais de 100 shows pela tour 80, 77 deles só em 2002.
Com 18 anos de estrada, o Biquini Cavadão tem hoje metade de sua vida dedicada à musica.

1985-2007 Sucessos Regravados vol. 2.


Cd Mp3 Biquine Cavadao 1985-2007 Sucessos Regrqavados vol. 1


Cd Mp3 1987 - A Revolta dos Dândis


Cd Mp3 Ouça o Que Eu Digo, Não Ouça Ninguém


Dvd tributo a Renato Russo. AVI


Show Produzido pelo canal multi show que contou com a participação de varios artistas inclusive de ex musicos que tocaram na legiao urbana com o ex guitarrista Fred Nascimento que junto com arlos Trilha ex tecladista tambem monteram uma banda chamada tantra banda na qual a irma de Renato, Carmem Manfredini e vocalista nessa apresentação e facil de identificar a banda ela esta tocando a musica Fabrica cantada por Fred Nascimento vale a pena conferir.Alem disso conta com Participaçoes de capital inicial, Vanessa da Mata e outros


01 - A canção do senhor da guerra Chorão (Charlie Brown Jr.)02 - Eu sei > Fernanda Takai & John Ulhoa (Pato Fu)03 - Música urbana 2 > Nasi (Ira!)04 - Boomerang Blues > Paulo Ricardo05 - Por enquanto > Vanessa da Mata06 - Faroeste caboclo > Toni Platão07 - Vinte e nove > Isabella Taviani08 - Química > Plebe Rude09 - Eduardo & Mônica > Biquini Cavadão10 - Geração Coca-cola > Cidade Negra11 - Daniel na cova dos leões > Detonautas12 - Que país é esse > Titãs13 - Marciano invadem a terra > Dinho Ouro Preto (Capital Inicial)14 - Tempo perdido > Dinho Ouro Preto (Capital Inicial)15 - Fábrica 2 > Titãs16 - O grande inverno na Rússia > Confraria

Ultraje a Rigor - Acústico MTV 2005


Cd Mp3 Engenheiros do Hawaii Longe Demais Das Captais


Biografia dos Engenheiros do Hawaii


Banda de rock formada em 1984 em Porto Alegre por colegas da faculdade de arquitetura: Humberto Gessinger, voz e guitarra, Carlos Maltz, bateria, e Marcelo Pitz, baixo. No ano seguinte começaram a tocar em cidades pequenas do Rio Grande do Sul e acabaram incluídos em uma coletânea de rock gaúcho produzida pela gravadora BMG. Uma das faixas da coletânea, "Sopa de Letrinhas", se tornou um sucesso e incentivou a gravadora a lançar um LP dos Engenheiros. A banda ficou conhecida nacionalmente a partir do segundo disco, "A Revolta dos Dândis", de 1987, que emplacou, entre outras músicas, "Infinita Highway", executada exaustivamente pelas rádios. A essa altura, Marcelo Pitz já havia deixado a banda e Humberto tinha assumido o baixo, e Augusto Licks havia entrado para a banda como guitarrista. Outros sucessos da banda foram "Ouça o que Eu Digo, Não Ouça Ninguém", "Somos Quem Podemos Ser", "Nau à Deriva", "O Papa É Pop", "Era um Garoto..." e "Refrão de Bolero". Na década de 90 o grupo enveredou por outras searas musicais, gravando o semi-acústico "Filmes de Guerra, Canções de Amor" na Sala Cecília Meireles, no Rio de Janeiro, com arranjos de Wagner Tiso e participação da Orquestra Sinfônica Brasileira. Em 1993 a saída do guitarrista Augusto Licks gerou transtornos para a banda que passaram por questões musicais e extra-musicais, como uma discussão em torno do nome Engenheiros do Hawaii. Desde então a formação do grupo foi alterada com várias entradas e saídas, e atualmente Humberto Gessinger é o único membro original

terça-feira, 16 de junho de 2009

Dvd Show Legião e Paralamas


Como material extra, o DVD chamado "Legião Urbana e Paralamas Juntos" trará aparições das duas bandas no programa Globo de Ouro e o clipe de "Será", da Legião Urbana, exibido no Fantástico. O lançamento será acompanhado de um CD contendo o áudio de toda a apresentação.
Confira a lista completa de faixas do DVD:
1. Abertura - Legião Urbana e Os Paralamas do Sucesso 2. Será - Legião Urbana 3. Meu Erro - Os Paralamas do Sucesso 4. Tédio (Com um T Bem Grande pra Você) - Legião Urbana 5. Depois que o Ilê Passar - Os Paralamas do Sucesso 6. Tempo Perdido - Legião Urbana 7. Alagados - Os Paralamas do Sucesso 8. O Beco - Os Paralamas do Sucesso 9. Que País É Este? - Legião Urbana 10. Nada Por Mim - Legião Urbana e Os Paralamas do Sucesso 11. Dois Elefantes - Os Paralamas do Sucesso 12. Eu Sei - Legião Urbana 13. Ainda É Cedo / Jumpin' Jack Flash - Legião Urbana e Os Paralamas do Sucesso
Extras: 1. Melô Do Marinheiro (Globo de Ouro) - Os Paralamas do Sucesso 2. Tempo Perdido (Globo de Ouro) - Legião Urbana 3. Alagados (Globo de Ouro) - Os Paralamas do Sucesso 4. Soldados (Globo de Ouro) - Legião Urbana 5. Ska (Globo de Ouro) - Os Paralamas do Sucesso 6. Será (Globo de Ouro) - Legião Urbana 7. Óculos (Globo de Ouro) - Os Paralamas Do Sucesso 8. Que País É Este? (Videoclipe do Fantástico) - Legião Urbana
Lista de Links a baixo
parte 1 http://www.megaupload.com/?d=TK27S9J3

Cd Mp3 Engenheiros do Hawaii O Papa e Pop


1. O Exército De Um Homem Só I
2. Era Um Garoto Que Como Eu Amava Os Beatles
3. O Exército De Um Homem Só, II
4. Nunca Mais Poder
5. Pra Ser Sincero
6. Olhos Iguais Aos Seus
7. O Papa É Pop
8. A Violência Travestida Faz Seu Trottoir
9. Anoiteceu Em Porto Alegre
10. Ilusão De Ótica
11. Perfeita Simetria

Legiao Urbana - Metropolitan 06 O Teatro dos Vampiros (3gp)....


legiao urbana ao vivo no metropolitan em 1994 . esse video foi formatodo para ser assistido em telefones celulares

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Biografia Do Capital Inicial


A história do Capital Inicial começa bem antes de sua primeira formação oficial, em 1982. Seus integrantes vieram da Blitz 64 (que também se chamou Blitx e XXX) e do Aborto Elétrico - bandas brasilienses surgidas na virada das décadas de 70/80, que tinham influências punk, e revelaram a nata do rock nacional.
Tocavam nas ruas da Capital Federal. Mas, engana-se quem pensa que o nome da banda tem a ver com Brasília. Eles não tinham mesmo a grana para começar; não tinham o "capital inicial". Daí, o nome. À época, já existiam canções que se tornariam hinos da chamada "Geração Coca-Cola". "Fátima", "Veraneio Vascaína", "Conexão Amazônica", "Faroeste Caboclo", "Que País é Este", entre outros hits, eram músicas cantadas nos acampamentos pelos punks da primeira geração. Era uma tribo de quase duzentas pessoas. Como se não bastasse, a turma ainda desenhava, pintava, produzia filmes em super-8 e fanzines.
Em julho de 82, o guitarrista Loro Jones, que tocava com Gutje - Plebe Rude - na Blitz 64, chamou os irmãos Fê (bateria) e Flávio Lemos (baixo) para o Capital. Até então, os dois tocavam com Renato Russo no Aborto Elétrico. Heloísa, uma amiga, entrou para os vocais, mas só ficou até maio de 83. Foi quando apareceu Dinho, um fã do Aborto Elétrico e ex-companheiro de Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá na banda "dado e o reino animal" (assim mesmo, em letras minúsculas), na qual Loro também tocou.
No começo, Dinho não gostou do som, mas sim da atitude dos outros integrantes do Capital, que interferiam no cotidiano de Brasília, com uma música provocativa e um visual agressivo - caracterizado por correntes e alfinetes, bem ao estilo punk. Após seguir a banda por todos os lugares onde tocavam, Dinho se juntou a Loro, Fê e Flávio e estava formado o Capital Inicial. A estréia foi em julho, no show "Diga Adeus ao Vestibular", realizado na Concha Acústica da UnB. No entanto, eles estavam apenas começando a romper as fronteiras do Planalto e conquistar seu espaço no rock nacional.
A exemplo dos Paralamas do Sucesso, o Capital começou a se apresentar no eixo Rio-São Paulo: tocaram no SESC Pompéia (SP) - num evento chamado "Hardcore Rock Night" - e no Circo Voador (RJ). A tríade Capital-Plebe-Legião, que tornou conhecido o rock candango no Brasil nos anos 80, se apresentou neste show do Rio, que foi o primeiro deles numa grande cidade.
Em meados de 84, uma fita-demo do Capital já estava na programação da Rádio Fluminense FM do Rio de Janeiro, com "Leve Desespero" e "Descendo o Rio Nilo". No final do ano, assinam contrato com a CBS (atual Sony) e participam da coletânea "Os Intocáveis", com essas duas músicas. Logo depois, no início de 85, lançam o primeiro compacto que abriria o caminho do sucesso para a banda.
Ainda em 1985 - juntamente com Ira!, Titãs, Ultraje a Rigor, Lulu Santos, Lobão e os Ronaldos, Metrô e May East - o Capital Inicial integra a trilha sonora de "Areias Escaldantes", o primeiro filme-rock do Brasil, de Neville de Almeida.
O álbum de estréia, "Capital Inicial", que tem o apelido de "O estilingue", foi lançado em julho de 1986, pela PolyGram, e já chegou causando polêmica. A faixa "Veraneio Vascaína", feita em 1980, foi censurada porque falava da veraneio da polícia "toda pintada de preto / branco, cinza e vermelho / com números do lado / e dentro dois ou três tarados / assassinos armados / uniformizados".
No entanto, o selo de "venda proibida a menores de 18 anos" na contra capa do LP só ajudou a projetar a banda mais ainda em todo o País. Ainda mais quando "Música Urbana" foi incluída na trilha da novela "Roda de Fogo", da Rede Globo. O Capital ganhou seu primeiro Disco de Ouro e "Leve Desespero", "Fátima" e "Psicopata" transformaram-se em hits. No aniversário de Brasília, apesar de proibida a execução pública de "Veraneio Vascaína", a música foi incluída no show e 25 mil pessoas vibraram em frente ao Congresso Nacional.
Em 87, enquanto eles ainda curtiam o sucesso do primeiro álbum, chega às lojas "Independência". Estrategicamente lançado no dia 7 de setembro, o segundo LP do Capital marca a entrada do tecladista Bozo Barretti. A faixa-título, "Prova", "Autoridades" e uma regravação de "Descendo o Rio Nilo" levam a banda ao segundo Disco de Ouro.
Ainda em novembro do mesmo ano, por causa de seu contrato fonográfico, o Capital conquista o lugar de banda suporte para a turnê de Sting (ex-vocalista do grupo inglês The Police) e toca para 400 mil pessoas em todo o Brasil: São Paulo (Anhembi), Rio de Janeiro (Maracanã), Belo Horizonte (Independência), Brasília (Mané Garrincha) e Porto Alegre (Beira Rio). Foi a única banda brasileira a fazer tantos shows com um artista internacional e, em Belo Horizonte, houve ainda quem preferisse a performance do Capital à do Sting.
O quarto disco da banda, "Você não precisa entender" foi lançado no final de 1988. Este álbum foi uma verdadeira ruptura : Eles deixaram de lado as letras políticas dos LPs anteriores e investiram em letras nonsense. Além disso, as guitarras ficam escondidas atrás de samplers, teclados, e batidas eletrônicas. O Capital Inicial abraçava totalmente uma postura pop, deixando totalmente de lado uma certa postura punk que ainda vinha trazendo de seu início.
Uma semana antes do show de lançamento, no Canecão (RJ), Dinho sofreu um acidente de carro e por pouco a estréia não teve que ser adiada. Junto com o disco, foi produzido um vídeo que custou 11 mil dólares, feito com os melhores recursos, mas que ninguém viu, porque as grandes emissoras só veiculam clips nacionais produzidos por elas. "Fogo", "A Portas Fechadas" e "Pedra na Mão" emplacaram nas rádios bem depois do lançamento do LP. Porém, para compensar todos os problemas, o Capital mudou de empresário, investiu em mais tecnologia nos shows, numa agenda bem organizada e num patrocinador.
Em setembro de 1989, o Capital grava o quarto álbum, "Todos os Lados" e volta a fazer um rock eletrizante "digno de seu pioneirismo", como definiram os críticos. Na verdade, o disco deveria ter sido lançado em março de 1990. Mas, como foram convidados para tocar na segunda edição do Hollywood Rock, em janeiro, realizado em São Paulo e no Rio, e pressionado pela gravadora, o Capital antecipa o lançamento do LP. Visando voltar a fazer sucesso e reencontrar o caminho do rock`n roll, o Capital, como diz o título do álbum, atira para "Todos os Lados". Convocaram o compositor Alvin L, que compôs a faixa-título, "Mickey Mouse em Moscou", "Belos e Malditos" e várias outras, como "Mambo Club" e "Abismo". Também houve uma parceria com Humberto Gessinger, do Engenheiro do Hawaii ("Olhos Abertos") e a regravação de uma música dos Mutantes, "2001". Apesar de ter sido bem recebido pela crítica, este disco também não emplacou, parando nas 30.000 cópias.
Após ficar quase dois anos fora dos estúdios, o Capital sai da PolyGram, assina com a BMG Ariola e lança o quinto álbum, "Eletricidade", em 1991. Foram compostas 40 músicas para entrarem apenas 14 no disco. A reunião de "O Passageiro" (uma versão de "The Passenger", de Iggy Pop), da balada "Cai a Noite", da deliciosa "Kamikase", da dançante "Todas as Noites", com outras pérolas, são a prova de sua versatilidade. É o equilíbrio entre a tecnologia e o legítimo rock. Só deste disco foram realizados 200 shows. No mesmo ano, eles participam do Rock in Rio II.
O tecladista Bozzo Barretti deixa o Capital Inicial em 1992 e no ano seguinte é a vez de Dinho sair da banda e seguir carreira solo. Parecia que seria o fim. Mas Loro Jones e os irmãos Lemos resolveram seguir em frente. Murilo Lima (ex-banda Rúcula) entra como novo vocalista e o Capital lança com selo próprio ("Qualé Cumpadí?"), em um esquema indepentente, em março de 94, o "Rua 47", um CD que é puro rock, também com os vocais do guitarrista Loro Jones. Em 1996, também em um esquema totalmente indepentente, é lançado o CD "Ao Vivo", gravado em Santos (SP), com vários sucessos da banda. Este álbum traz duas músicas inéditas, de autoria de Murilo Lima: "Será que é Amor?" e "A Manhã".
Ainda em 96, chega ao mercado, pela PolyGram, "O Melhor do Capital Inicial", uma coletânea com os maiores hits da banda. Mesmo sem divulgação, o CD teve tiragem esgotada e quase virou Disco de Ouro (com 100 mil cópias vendidas).
Segundo a Home page da banda na Internet, a constante execução das músicas nas rádios de todo o Brasil, graças aos pedidos dos fãs, é que mantiveram o Capital Inicial vivo.
Em fevereiro de 1998, o Capital voltou com sua formação original: Dinho, Loro, Flávio e Fê. Foi uma comemoração pelos 15 anos da banda e pelos 20 anos do autêntico e vigoroso rock de Brasília. A banda fez vários shows por todo o País, acompanhada do tecladista Aislan Gomes, 22 anos, mineiro, antigo fã do Capital.
Graças ao ótimo retorno do público com a turnê de comemoração, as gravadoras começam a apresentar contratos para que a banda retornasse. E em junho de 1998, o Capital Inicial assina um contrato milionário com a Abril Music, pelo Selo Excelente. O contrato, com previsão de gravação de três discos incluiu a gravação de videoclipes caros e super bem produzidos.
Paralelamente, em outubro do mesmo ano lançaram, pela Polygram, o CD "Capital Inicial Remixes", que traz versões dos maiores sucessos do Capital remixadas por DJs como Marcelo Mansur (o Memê), Cuca, Fábio Tabach e Rodrigo Kuster.
Em novembro de 1998 , o álbum "Atrás dos olhos", gravado e mixado nos Estados Unidos, era lançado e era a prova que o Capital Inicial voltava com todo o gás. A primeira faixa do disco, "1999", um rock no estilo básico punk, mostrava que somente os integrantes juntos, a banda tinha a velha mística, a química necessária para uma uma boa banda de rock.
O disco alterna pancadarias como "Amiga Triste" e "O Mundo", experimentações eletrônicas como "Paz no Matadouro" e belas baladas como "Terceiro Mundo Digital", "Eu Vou Estar" e "Giulia" (letra de Dinho Ouro-Preto em homenagem a sua filha). O álbum também conta com a participação de Philippe Seabra (vocalista do Plebe Rude) em "Religião".
O Capital chegou nos EUA em 1998 e fez o maior sucesso! A casa de shows "Kabana" - frequentada principalmente pelos jovens brasileiros que moram na Flórida - ficou superlotada com a apresentação dos meninos em setembro daquele ano.
Em 1999, surge o convite da MTV para que a banda gravasse um álbum dentro do projeto "Acústico" da emissora. Era uma boa proposta e uma ótima oportunidade da banda ter um registro ao vivo com Dinho Ouro-Preto. E o Capital resolve cuidar deste projeto com muito cuidado: ensaia um mes exaustivamente, convida Kiko Zambianchi e Marcelo Sussekind (que também produziu o álbum) para tocar. Aislan Gomes, fã da banda e piloto dos teclados capitalianos desde a turnê do disco "Atrás dos Olhos" continua nos teclados e o percussionista Denny Conceição toma parte na trupe.
Gravado em março de 2000 e lançado em maio do mesmo ano, o álbum provou logo seu valor. Com arranjos bem cuidados, a banda prova que é competente também em versão desplugada, procurando tocar um repetório que cobrisse todas as fases capitalianas, indo do "espólio" do Aborto Elétrico ("Veraneio Vascaína", "Fátima" e "Música Urbana") ao último disco, representado por "Eu Vou Estar" ( com participação de Zélia Duncan nos vocais ) e "O Mundo". A primeira música de trabalho, a inédita "Tudo que Vai", de Dado Villa-Lobos, Alvin L e Toni Platão, logo era executada com sucesso nas rádios.
Mas quando "Primeiros Erros", de Kiko Zambianchi foi escolhida para música de trabalho, é que o sucesso foi total: as vendas estouraram, os shows cada vez mais cheios e finalmente o Capital Inicial era considerada como uma das principais bandas do Rock Nacional, chegando a ganhar o Prêmio Multishow de melhor banda em 2000.
Com o sucesso deste álbum, o Capital é convidado para participar na noite de encerramento do Rock in Rio III, no início de 2001, junto com Silverchair e Red Hot Chili Peppers. Diante de um público de 250.000 pessoas, a consagração geral: o show foi considerado pela multidão o melhor da noite, cantando junto com a banda "Tudo que Vai", "Música Urbana", "Veraneio Vascaína", "Primeiros Erros" e "Natasha", outra inédita do álbum, que também fez imenso sucesso.
No ano de 2001 a banda trabalhou bastante, chegando a fazer 25 shows por mês, e chegando à marca de 750.000 cópias vendidas do álbum "Acústico MTV", superando a soma das vendas de todos seus álbuns anteriores.
Mas nem tudo são flores: no final do ano, cansado pelo excesso de viagens e algumas discordâncias com os rumos da banda, o guitarrista Loro Jones anuncia a sua saída. No término da turnê, Loro foi substituído por Fred Nascimento (ex-músico de apoio da Legião Urbana), que já vinha tocando no lugar de Kiko Zambianchi, afastado para se dedicar à gravação de seu novo álbum. ("Disco Novo" - Abril Music).
Mesmo com este fato, o Capital se dedicou a gravar seu mais novo disco, "Rosas e Vinho Tinto". As gravações se iniciaram em fevereiro de 2002, saindo em maio do mesmo ano. A banda vem contando com o apoio de Fred Nascimento e Yves Passarell, que ocupou o posto de Loro Jones. A produção do álbum foi mais uma vez responsabilidade de Marcelo Sussekind, produtor dos álbuns "Você Não Precisa Entender", "Todos os Lados" e "Acústico MTV".
Biografia do Capital Inicial

Biografia da Banda Catedral


Uma biografia
Com o dia a dia ficando cada vez mais difícil, enormes barreiras tendo de ser superadas diariamente, a fome, a violência, a desigualdade social e o caos em geral, é natural que isto reflita em nossos pensamentos, e em nossas ações, e na nossa música.
E é inserido neste contexto que surge a Banda Catedral. Eles chegaram para preencher um espaço no rock, depois de 12 anos atuando em outro estilo, o gospel, decidiram adotar uma nova linha e se dedicar a um novo público: o pop-rock. E dentro deste novo estilo, poderem abertamente criticar este mundo e seus defeitos, letras pesadas, reflexões sociais, condenações às drogas, a violência, as brigas religiosas e a luta por um só ideal: amor e paz entre os homens.
Kim, natural do Rio de Janeiro, cidade onde reside, é o vocalista e o Leader Band do Catedral. Tendo aprendido a tocar sozinho, com ligação musical vinda do berço, sua influência musical é o rock inglês, a pop music e o RB. Não tem ídolos, mas diz se espelhar nos Beatles e Elvis, entre outros.
Antes que os compromissos musicais lhe tomassem todo o tempo, Kim era psicólogo, função que às vezes aplica a si mesmo, quando tem de agüentar uma comparação com Renato Russo (Z'L"') do Legião Urbana, por causa da semelhança do tom de voz de ambos, e do modo de cantar. Chegou-se a lançar até o boato de que ele seria primo de Russo. "Não sei quem inventou isto, responde Kim.
Os irmãos de Kim, que decidiram formar a banda junto com ele, numa espécie de reunião familiar foram o Cezar e Julio. Cezar, natural do Rio de janeiro e residente de Nilópolis, cidade do Estado do Rio de Janeiro. A vocação musical começou quando criança, e ele foi aprender sozinho a tocar piano clássico, primeiro instrumento a cair em suas mãos. Depois do terceiro LP do Catedral, resolveu retomar os estudos e fazer faculdade de música. Hoje, é bacharel em guitarra. Suas principais influências são U2, The Smiths, Van Halen, Rush, Yes. Adotou Pat Metheny, Ed Van Halen e outros como exemplos. Suas principais experiências pré-banda foram realizadas em colégios e festivais universitários, onde sentiria o que seria capaz de provocar neste público tão especial: os jovens. Last Train Home do Pat Metheny, é sua música preferida.
Julio, nascido e residente na cidade do Rio de Janeiro. Seguindo o exemplo do irmão mais velho, iniciou-se no piano clássico, a principio tocando sozinho. Depois de algum tempo entrou para a escola de música Rio Música, em Botafogo, onde terminaria o curso, com apenas sete dias de aula. Suas influências e referências são Rush, Pat Metheny, Yes e Stanley Clark. A música que marca sua vida é first circle, do Pat Metheny.
Completando o grupo está o baterista, amigo da família, chamado para compor o elenco, e que aceitou na hora o honroso convite, Guilherme, natural e morador do Rio de Janeiro.
Sua vida musical começa na Igreja, onde aprendeu a tocar, também de forma autodidata. Sob influência musical do rock inglês, U2, The Smiths, criou um estilo próprio, o que faz dele um dos melhores bateristas do Brasil. Antes de se dedicar absolutamente a banda, ele tocava sua vida como empresário, de onde tirava seu sustento. Tendo conhecido os irmãos Motta na igreja, aceitou o convite de Kim para formarem uma banda que tocaria em escolas e festivais e partiram para a luta.
Começava ai uma história que já dura Quatorze anos e tem como resultado treze trabalhos lançados: quatro pela gravadora Pioneira, sete pela MK Publicitá e mais dois, lançados pela Continental East West.
Para Todo Mundo foi um novo começo. Ao decidir trocar de gravadora, realizada a aproximadamente um ano, quando o produtor Jairo Pires, hoje empresário da banda, os descobriu e os levou à Continental, eles estavam dispostos a dar uma guinada total em sua vida. Iriam sair da restrição de um mercado e adotar um rock/popular, que leve sua mensagem à todos.
Mais do que Imaginei é a continuação natural deste processo. Apesar dos 14 anos nas costas, pode-se dizer que tudo começou de um novo marco zero a partir do lançamento do primeiro trabalho pela nova gravadora. Como tal, ele era antes de tudo, uma experimentação. Um novo solo estava sendo desbravado, e uma nova atitude tomada. Agora chegou a hora da consolidação. Kim, o vocalista, Cezar, o guitarrista, Julio, no baixo e completando, Guilherme na bateria, dado o primeiro o passo, pretendem agora alçar grandes vôos e conquistar todo o Brasil.
O novo cd, recém lançado e que promete muito, desta vez, investe mais pesado no rock e em baladas românticas do que o cd anterior.
Finalizando o novo disco está a faixa bônus, a versão acústica do grande sucesso de Para Todo Mundo, Uma Canção de Amor Pra Você, que chegou a ser primeiro lugar na MTV e em várias rádios do Brasil.
Além deste, outro clipe, Quando o Amor Acontece teve repercussão na MTV, e ambos os clipes chegaram ao primeiro lugar. Como também obtiveram grande sucesso no programa TVZ do canal Multishow. E mais uma grata surpresa: o Catedral foi apontado como um dos finalistas indicados do canal para a disputa de Banda Revelação do ano, do Prêmio Multishow de Música Brasileira. Outro ponto importante, foi a música Eu Quero Sol Neste Jardim ter sido uma das mais executadas da Rádio Transamérica chegando entre as seis mais votadas de toda a rede.
A confiança é tão grande que Kim define o momento mais emocionante da carreira como o "que está por vir",. O recente álbum foi escolhido pelos meninos também, como o de suas vida, por marcar uma nova etapa em suas carreiras.
Entre os destaques do novo trabalho estão: Eu Amo Mais Você, um rock de peso, quase um Punk Rock, com atitude, introspecção, uma volta aos anos 80, em uma mistura incrível que resgata uma letra poética, romântica e apaixonante.
A primeira faixa do novo disco é O Nosso Amor, uma baladinha que tem um coro primoroso ao fundo, arranjo especialmente criado para isto por Tom Capone, com o detalhe instigante ainda, de o coro ter sido gravado em separado, momentos antes da própria música. A segunda segue na mesma linha romântica, Balada de Uma Saudade fala de um amor perdido. A número quatro, Helena de Tróia prima pela musicalidade e pela afinidade dos instrumentos, já que as guitarras são equalizadas de modo a produzir efeitos fantásticos que dão um clima todo especial a esta música. Mil Maneiras é um Folk com letra metafórica, que viaja e fala das coisas da vida. A grande aposta da banda está na faixa seis, Meu Bem, uma versão de Mandy, grande sucesso antigo na voz de Barry Manylow, uma balada Folk numa versão romântica capaz de abalar qualquer coração desavisado.
Prestando uma homenagem à aqueles que marcaram a carreira da banda, é um privilégio para eles regravarem Sol de Primavera de Beto Guedes e Ronaldo Bastos. Com participação mais que especial de Tom Capone em uma das guitarras, Não Vou te Esquecer é mais uma balada romântica deste novo trabalho. A nona música, título do cd, Mais do que Imaginei, é a regravação de mais um sucesso internacional, Is It Ok If I Call You Mine, agora na sem igual, voz de Kim. Antes e Depois do Meio Dia é um libelo contra as injustiças do mundo, um rock super pesado com uma letra crítica que atira contra diversos temas sociais: as guerras religiosas do Oriente Médio e da Irlanda do Norte, o preconceito racial no Brasil e etc...
Outra canção com uma visão crítica do mundo atual, um blues/rock com letra poética é Vidros e Diamantes. A décima segunda é a regravação do sucesso pop internacional, Kiss-Me da banda Sixpence None the Richer [que chegou a ser música título do filme "Ela é Demais"].
Mas afora o novo trabalho, momentos emocionantes também não faltaram.
Para Cezar foi cantar no metropolitan [hoje ATL HALL], no Rio de Janeiro, uma das maiores casas de show da América Latina - show mais emocionante de Kim e Guilherme - apesar de apontar o Olímpia como o show mais marcante. Para Guilherme foi a gravação do CD 10 Anos Ao Vivo no Imperator, Rio de Janeiro. Para Julio foi gravar o Transamérica ao Vivo. Apesar disso tudo, o maior show da banda, não foi nenhum destes, mas sim o realizado na festa da Rádio Melodia na Quinta da Boa Vista no Rio de Janeiro, para 200 mil pessoas.
Histórias engraçadas eles também tem para contar. Como a da fã que desmaiou durante um show, foi medicada, atendida, causou alvoroço, mas ficou tudo bem. Sendo que no show seguinte, ela reapareceu, apresentando-se como a fanática que desmaiou. Ou quando Guilherme foi dar uma entrevista em São Paulo, e não conseguia de forma alguma falar a palavra "familiarizando". Incrível, por mais que os outros falassem, ele não conseguia repetir. "Daí começamos a rir sem parar e acabou a entrevista", lembra.
Julio recorda-se do show do Imperator, casa lotada, na hora de entrar no palco, todo escuro, foi correr e no meio do palco deu um chute em uma caixa pesadíssima e teve de manter a pose. Continuou no show como se nada tivesse acontecido. No intervalo é que foi ver que tinha arrebentado a perna toda, a ponto de rasgar a calça.
Sem querer planificar o futuro - "prefiro que as coisas fluam da melhor maneira possível", afirma Julio - a Catedral luta agora para conquistar novos espaços, podendo assim exercer o seu trabalho, sem preconceitos, para um público maior.
Com o CD Mais do que Imaginei, eles pretendem escrever de vez seu nome na história do Pop/Rock nacional. O que está mudando basicamente dentro do trabalho da Banda Catedral é uma postura mais pop aliada ao rock, estilo predominante deles. Além disso, o grupo pôs mais romantismo em suas letras, sem deixar de lado suas características de críticas sociais e letras reflexivas. Este CD marca também o início de um trabalho com Tom Capone, co-dirigindo toda a produção ao lado de Jairo Pires, o produtor e empresário da banda. Não é a toa que a Banda Catedral considera este o melhor de sua carreira. Até onde eles podem chegar? Isto está além da imaginação.
Ultrapassando barreiras
Os quatro integrantes da Banda Catedral - Kim (vocal), Cezar (guitarra), Júlio Cezar (baixo) e Guilherme (bateria) assumem uma nova postura no cenário musical. Com 12 anos de uma carreira de sucesso a frente do mercado gospel, o Catedral é hoje uma banda de pop rock nacional como, na verdade, sempre foi. O trabalho diferenciado, de acesso fácil às pessoas, continua de forma renovada sem ser exclusividade de nenhum segmento. Afinal, a música do Catedral sempre foi universal.
Ao longo da carreira, o Catedral sempre procurou trabalhar para um público pensante, formador de opinião, participando e entendendo das mensagens apresentadas nas letras das músicas. Desde o início da carreira, o Catedral sempre falou dos problemas sociais que influenciam o dia-a-dia do homem com críticas à própria igreja enquanto Instituição, às drogas, o preconceito racial, enfim, sem esquecer de falar do amor, o mais sublime dos sentimentos. E essa linguagem de protesto usada sempre foi o rock.
Em nenhum momento o Catedral fez música exclusiva para um segmento. Como sugere o último Cd "Para todo mundo", lançado no final de 1999, pela gravadora Warner Continental East West, a banda deixa o mercado gospel, onde começou por força da religião, e assume definitivamente essa postura popular que sempre lhe foi característica.
A posição social da banda permanece a mesma: continuar sendo um referencial positivo para seu público, formado em sua maioria por jovens mas que agrada os adultos, afinal, a média etária de seus integrantes é 30 anos.
Sem rótulos a banda atinge um público maior
A veiculação da música "Eu quero sol nesse jardim" - a primeira música trabalhada no Cd "Para todo mundo"- na Rede Transamérica, em fevereiro de 2000, foi o ponta-pé inicial para que a carreira do Catedral, no cenário do pop rock, começasse a se firmar. A música chegou ao 6° lugar geral da Rede como uma das 55 mais pedidas pelos ouvintes. Considerando somente os artistas nacionais, o Catedral chegou ao 4° lugar geral, ficando atrás apenas de bandas como Raimundos, com a música "Me Lambe"; Los Hermanos, com o hit "Ana Júlia"; e Pio Box, com "Papo de Jacaré".
Com a abertura da Transamérica, o Catedral começou a tocar em várias rádios do país, em todos os estados, principalmente fora do eixo Rio-São Paulo. Em 11 meses de trabalho a banda fez 20 programas de televisão, entre eles, Super Pop, na Rede TV!; Flash, com Amaury Jr; Programa da Lili, na CNT; Caderno Teen, na TVE; Olga Bongiovanni, na Bandeirantes; Na Boca do Povo, com Wagner Montes; A Cara do Rio, com Jair Marquesini; Viver, com Liliane Boaventura na Rede Mulher; O +, com Otaviano Costa (hoje chamado Super Positivo); Raul Gil, na Record (Duas Vezes); Ligação, com Marcelo Augusto, na Gazeta; e Programa Guto Moreno, na CNT; Entre outros programas regionais pelo Brasil.
Mais à frente, o clipe da música "Uma canção de amor para você", com participação especial da atriz Gabriela Alves, estreou na MTV e em Uma semana já estava em 20° lugar no Top 20 Brasil, que é um resumo dos clipes mais pedidos da semana, do Disk MTV. Sendo que depois de ficar em varias posições no Top 20 Brasil, chegou a sua melhor colocação que foi o 4° lugar, à frente dos astros Britney Spears, Hamson e Backstreet Boys. O 1° lugar no Disk MTV veio sem demora com concorrentes de peso: KLB, Twister e Raimundos. No Disk MTV a Banda Catedral Ficou mais de um mês entre as 10 músicas mais pedidas, passando por quase todas as posições.
Depois da MTV, o clipe passou no Canal Brasil, do Sistema Globosat, no programa Clipe Brasil; e no Multishow, também da Globosat, no programa TVZ, onde ficou por seis semanas seguidas entre as 20 mais pedidas, com 7° lugar como melhor colocação. Milhões de telespectadores, no país inteiro, tiveram a oportunidade de conhecer o Catedral. Tendo em vista que a Banda Catedral esta sendo uma das mais votadas em algumas categorias do 7o. prêmio MULTISHOW da música brasileira.
Um dos clipes mais recentes do Catedral estreou no dia 16 de janeiro na MTV. "Quando o amor acontece" foi gravado na antiga Casa da Moeda, num galpão abandonado, e tem como temática a banda tocando ao vivo. É um clipe bastante introspectivo, que utiliza sombras e zoom de olhos e rostos como recursos. A direção é de João Elias Júnior e o diretor de fotografia é de Juarez, parceiro de João Elias Jr. (Consagrado diretor de clipes, vencedor de 2 VMBs). Em 2 dias o clipe da música Quando o Amor Acontece, já estava em 8o.lugar na MTV. Sendo que dia 25 de Janeiro de 2001, já chegou ao 2o. lugar, perdendo apenas para Save me (Hanson). E no TOP 20 BRASIL, estreou em 12o. lugar.
Um histórico de sucesso
Onde o Catedral esteve sempre foi recordista em tudo: a primeira banda em vendagem de Cds e a primeira em lotação de público. Tanto é que sempre era convidada para encerrar shows e receber diversos prêmios. Por dois anos consecutivos, o Catedral foi escolhido como a melhor banda gospel do país (1997/98) além de ter sido indicado nos anos de 1996 e 1999. Por oito anos- de 1991 a 1999-, o Catedral foi a principal banda de gospel rock do país, sem concorrentes. Isso foi um dos motivos que levou os integrantes a quererem um novo desafio.
Agora não há mais barreiras para o Catedral. A Warner Continental está apostando tudo na banda que já no primeiro Cd, "Para todo mundo", conseguiu conquistar novos admiradores do seu trabalho. Assim, o Catedral vai se colocando definitivamente no mercado popular, para continuar percorrendo uma trajetória de sucesso!

cd mp3 o melhor de nemhum de nos

Catedral - Eterno


8° CD - Eterno

A banda segue com a mesma temática e apresenta um rock crítico e romântico. A primeira música do Cd intitulada "Hoje" tem intervenções para roqueiro nenhum reclamar sob o solo de Cezar. A letra de "Um novo tempo" fala sobre felicidade e "Terra de ninguém" retrata a subversão de valores. "Meio sem querer" é uma canção romântica. Outros hits que se destacam são "Eu quero apenas falar de amor" e a faixa-título "Eterno"..

cd mp3 Catedral - Atemporal


Faixas:
1. Atemporal
2. No Meu País
3. Simplismente
4. Quem Sabe
5. Terceiro Mundo
6. Cidade
7. Um Novo Tempo
8. Somos Todos Iguais
9. Teu Amor
10. Eterno
11. Em Outro País
12. Quando o Verão Chegar
13. Onde Está Seu Coração?
14. Chegou a Hora de Dizer a Verdade
15. A Dois Passos do Paraíso

Biografia da Banda Catedral

Catedral é uma banda brasileira de pop rock/MPB rock formada no Rio de Janeiro em 1988. Iniciou sua carreira no mercado gospel e se tornou um dos grupos mais famosos do segmento. É conhecida por possuir uma mensagem cristã descomprometida, além de falar de temas como amor e política. Em 1999, numa atitude polêmica, mudou-se para o música não religiosa, fato que desagradou a inúmeros fãs da banda. Porém, desde então, divide, de forma inédita no cenário musical brasileiro, os dois mercados, atingindo os dois públicos, com música de qualidade e sem rótulos.

[editar] História
[editar] Início da bandaA banda foi formada inicialmente pelos irmãos Kim (voz, guitarra base e violão), Cézar (guitarra solo) e Júlio Cézar (baixo elétrico), junto com mais dois amigos, Guilherme Morgado (bateria) e Glauco Mozart (tecladista da banda até o terceiro LP, Catedral III). Tiveram sua origem na igreja presbíteriana de Nilópolis, Rio de Janeiro, tendo sua temática voltada totalmente para o mercado gospel.
Com menos de um ano de formada, e Júlio tendo apenas dezesseis anos, lançaram Você, pela gravadora Pioneira Evangélica, de Guilherme, que alcançou o disco de ouro e ao longo dos anos vendeu muito bem, mostrando o potencial da banda. Em 1989, lançaram Aos Ouvidos dos Sensíveis de Coração, pela gravadora Doce Harmonia, mostrando muito mais ousadia em suas letras, demonstrando seu descontentamento com as injustiças do mundo, explícito principalmente na faixa que fecha o trabalho, Mundo vazio. Dois anos após a banda voltou a gravar pela Pioneira Evangélica, e lançou seu terceiro trabalho, Catedral III, alcançando o disco de ouro e de platina.[carece de fontes?]
Em 1992, com cinco anos de carreira, o Catedral grava seu primeiro álbum ao vivo. Mesmo sem muita estrutura, a banda consegue novamente uma excelente vendagem, e isso os lança definitivamente como um ícone da música cristã no Brasil, marcando a primeira apresentação da banda em uma grande casa (Canecão). Este álbum foi intitulado Catedral 5 Anos.
O último LP pela Pioneira Evangélica veio em 1993. O Está Consumado I e II foi um divisor na carreira da banda. Outro sucesso de vendas, mesmo sendo lançado para o mercado gospel, mostrava a vontade de popularização da banda. Em 1994, o Catedral chega à MK Publicitá, para ser um dos principais artistas da maior gravadora de música cristã da época. No mesmo ano a banda lança seu primeiro álbum pela gravadora, sendo o sexto na carreira. Contra Todo Mal mostra mais uma vez o lado político e crítico da banda, com algumas canções trazendo letras fortes e reflexivas, voltadas ao social, como "Rio de Janeiro a Dezembro", que demonstra a indignação da banda com a violência na cidade maravilhosa, ou então a música "Sempre comigo", que chegou a fazer parte da colentânea da MK Publicitá, Louvor de Todos Nós, em que a banda mostra um estilo de música mais tradicional do meio musical cristão.
Em 1995 a banda lançou seu primeiro grande sucesso pela MK, O Sentido, mostrando seu lado popular, mesmo dentro do mercado gospel (tendo inclusive gravado uma versão de Catedral de Tanita Tikaram). No ano seguinte, a banda realiza um mega show ao lado da cantora Marina de Oliveira na antiga casa de espetáculos Metropólitan ainda em divulgação do álbum O Sentido e já anunciando o disco que viria ainda naquele ano, o CD Eterno (que por sinal também com estrondoso sucesso), que seguiu com músicas românticas, sem deixar de mostrar o lado rock da banda. Este ano também foi marcado nascimento da primeira filha de Kim, chamada Karen.
Em 1997, a banda lançou seu segundo álbum ao vivo, Catedral 10 Anos Ao Vivo, desta vez com muito mais estrutura. A obra conta com um momento acústico e outro elétrico, e foi gravado no Imperator, outra grande casa de shows do Rio de Janeiro.
Já em 1998 a banda lança o álbum En Español, voltado para o mercado latino, com grande sucesso nas rádios da América do Sul, principalmente na Argentina. Ainda em 1998 o Catedral encerra sua marcante presença na MK Publicitá com o álbum A Revolução, o mais popular da banda dentro do mercado gospel.
[editar] Abertura para o mercado secularEm 1999 a banda retira o rótulo "gospel" de sua música e assina contrato com a multinacional Warner Music. Esta atitude provocou polêmica entre os fãs, que questionavam o motivo de a banda ter abandonado a música cristã. Nesse mesmo ano a banda lança seu primeiro trabalho dentro do âmbito da música secular, o álbum Para Todo Mundo, nome bastante sugestivo para o momento que a banda vivia. Com o disco, a Catedral começa a escrever seu nome dentro do mercado popular, lançando dois videoclipes na MTV Brasil, sendo que ambos chegaram ao topo do Disk MTV.[carece de fontes?] O ano de 1999 foi marcado com o nascimento do segundo filho de Kim, o seu filho chamado Kim.
Em 2001 o Catedral lançou um outro grande sucesso de vendas, Mais do que imaginei, e emplacou um de seus maiores hits, Eu amo mais você, videoclipe que deu a banda suas primeiras indicações ao VMB da MTV como Banda Revelação, e na principal categoria da premiação, a Escolha da Audiência, que conta com os videoclipes mais votados do ano.
Volta para o Gospel
No começo de 2003 a banda lançou seu terceiro e último trabalho pela Warner Music Brasil, 15° Andar, produzido por Carlos Trilha, mostrando o amadurecimento da banda, mesclando o rock com as baladas românticas. A obra rendeu ao Catedral mais dois videoclipes na MTV (Tchau e Um minuto), esse último mostrando mais uma vez o lado social da banda, pois o videoclipe traz como tema principal as crianças desaparecidas em nosso país. O CD, embora considerado um dos melhores por boa parte dos fãs do Catedral, foi pouco divulgado pela Warner. Foi também o último disco do grupo na gravadora.
22 de julho de 2003 ficou marcado pelo dia no qual, em um acidente de carro, morreu o guitarrista José Cézar Motta aos 33 anos, deixando a mulher Alessandra e dois filhos, Jéssica e Alex, além de milhares de fãs. Foi o momento mais difícil para a banda, havendo dúvida se haveria forças para continuar. Posteriormente, o Catedral voltou à ativa em meados de 2003 para lançar Acima do Nível do Mar: Ao Vivo 15 Anos, o terceiro disco e primeiro DVD ao vivo do grupo, com uma homenagem a Cézar Motta explícita na canção A tempestade e o sol.
As homenagens a Cézar continuaram com o lançamento do álbum A Resposta de um Desejo, produzido por Carlos Trilha, pela New Music, que foi gravado pelo músico, tendo sido lançado em meio a muitas expectativas. Este trabalho ficou marcado também como a volta da banda à uma gravadora cristã.
As polêmicas também acompanham o grupo. Uma das grandes polêmicas foi uma entrevista publicada no extinto site Usina do Som em 2001 no qual eles criticam duramente a Igreja Evangélica, o mercado gospel e os cristãos. A Banda até Hoje nega tais declarações, atribuindo aos editores da matéria, a irresponsabilidade de ter divulgado "Mentiras Absurdas", e alguns grupos (Supõe-se que um deles seja a Direção da MK Music, Antiga gravadora da Banda) tenham sido os principais difusores da entrevista entre os Evangélicos e Principalmentes Fãs antigos da Banda, que vários deles começaram a Hostilizar a banda e destruir tudo que tinham sobre o Catedral. Mesmo com a confusão causada nesse grupo, Nunca nenhuma das supostas declarações foram provadas a veracidade ou Não e o Repórter saiu do site logo após o Incidente.
Outro boato seria uma aparição no programa de Jô Soares onde eles teriam negado a Jesus três vezes. Na suposta aparição, a produção teria colocado o som de um galo cantando, numa alusão à passagem bíblica em que o discípulo Pedro nega sua fé em Cristo. Apesar de alguns afirmarem categoricamente que viram a tal matéria, Nunca foi divulgado nenhum video ou foto, que mostre que a Banda já esteve no programa do Jô.
Em 2005, a banda idealiza um outro projeto, resgatando grandes sucessos com o álbum Atemporal, da marcante passagem do grupo pelo mercado gospel, contando ainda com quatro músicas inéditas. O disco não teve o resultado esperado por muitos, devido a pouca divulgação da gravadora, mas mesmo assim já chegou a mais de 40 mil cópias, resultado mais do que suficiente para uma coletânea nos dias atuais.
No início de 2006, a banda anuncia sua saída da New Music. Essa notícia trouxe um pouco de ansiedade aos fãs, pois poucos sabiam para onde iria a banda agora, já que havia sido anunciado para Novembro deste ano um novo CD. Algumas gravadoras se interessaram, porém, a banda voltou atrás e adiou o lançamento do novo CD para março de 2007.
O novo disco, intitulado Enquanto o Sol Brilhar causou certa polêmica desde o lançamento, pela capa, que desagradou a uma pequena parte dos fãs, e pela influência da música popular brasileira, causando forte impacto na audição dos fãs. Porém, segundo pesquisa no blog oficial do vocalista Kim, o disco alcançou aprovação de mais de 90%, sendo considerado um dos três melhores CDs da época pop/rock do trio carioca, mesmo com vendas abaixo do esperado..
No dia 16 de Janeiro de 2008, Kim anuncia, em seu blog, a criação de sua própria gravadora, a Carroussel Music. Criada junto com o baixista Júlio, a Carrousel Music, segundo o vocalista, poderá lançar até três trabalhos extra-carreira da banda, além dos discos da carreira solo do vocalista e outros projetos. Kim afirma ainda que a criação do selo da banda era um sonho antigo agora concretizado.

Atualmente a banda lançou seu mais novo trabalho, o DVD 20 anos na estrada, gravado no teatro da Record/SP e segue a todo vapor com sucesso intenso.
[editar] Integrantes
[editar] Formação atualJoaquim Cezar Motta (Kim) - [vocal] e guitarra base Júlio Cezar Motta (Júlio) - [baixo] Ileaquim Guilherme Morgado (Guilherme Morgado) - [bateria] Músicos contratados atuais:
Diego Cezar - Guitarra Solo Tiago Balbino - Teclados
[editar] Ex-integrantesGlauco Mozart - Teclados (1987-1991) (Segundo o vocalista Kim, a saída de Glauco foi motivada por diferenças ideológicas) José Cezar Motta (Cézar) - Guitarra (1970-2003) (falecido em acidente automotivo) Músicos contratados antigos:
Fred Nascimento - Guitarra Eduardo Lissi - Guitarra Rafael Castilhol - Teclados Junior Monteiro - Teclados Dewrick - Teclados
[editar] Discografia(1988) Você (Pioneira Evangélica) (1989) Aos Ouvidos dos Sensíveis de Coração (Pioneira Evangélica) (1991) Catedral III (Pioneira Evangélica) (1992) Ao Vivo no Canecão (Pioneira Evangélica) (Gravado no Canecão, Rio de Janeiro, em comemoração aos cinco anos de carreira da banda) (1993) Está Consumado - Volumes 1 e 2 (Pioneira Evangélica) (1994) Contra Todo o Mal (MK Publicitá) (1995) O Sentido (MK Publicitá) (1996) Eterno (MK Publicitá) (1997) Catedral 10 anos ao vivo (MK Publicitá) (Gravado no Imperator Hall, Rio de Janeiro) (1998) Catedral en Español (MK Publicitá) (1998) A Revolução (MK Publicitá) (1999) Para Todo Mundo (Warner Music) (2001) Mais do Que Imaginei (Warner Music) (2002) 15º Andar (Warner Music) (2003) Acima do Nível do Mar - Ao Vivo - 15 Anos (Line Records) (Gravado no Teatro da Rede Record, São Paulo) (2004) O Sonho Não Acabou (Warner Music) (2005) A Resposta de Um Desejo (New Music) (2006) Atemporal (New Music) (2007) Enquanto o Sol Brilhar (New Music) (2008) The Elvis Music (New Music) (2008) Catedral - 20 Anos de Estrada AO VIVO/CD e DVD (New Music) (Gravado no Teatro da Rede Record, São Paulo)
[editar] Coletâneas(2006) Warner 30 Anos - O Melhor do Catedral (Warner Music) (2006) Catedral - Nova Série (Warner Music) (2008) Catedral - O melhor do início (Line Records)
[editar] Relançamentos(1993 / 2008) Está Consumado (1993 - Pioneira Evangélica / 2008 - Line Records). Videografia(1997) Catedral 10 anos Ao Vivo (VHS) (MK Publicitá) (2003) Acima do Nível do Mar (DVD) (Line Records) (2005) Catedral Vídeo Clipes (DVD) (New Music) (2009) Catedral 20 Anos Ao Vivo (DVD) (New Music)
Kim - Carreira soloAlém Do Espelho (1990) Pioneira Evangélica Te Amo (1992) Pioneira Evangélica Coração aberto(1996) MK Publicitá Um Sentimento(1997) MK Publicitá Certas canções (1999) MK Publicitá Amor eterno (2000) Selo MK Publicitá Simplesmente Kim (2004) Line Records O Meu Destino É Você (2005) New Music Realidade (2006) New Music Simplesmente Romântico (2007) Warner Music Kim - O melhor do início (2008) Line Records Kim Acústico Ao vivo (2009) New Music (À lançar)
Kim - Carreira solo - VideografiaKim Acústico Ao vivo (2009) (DVD) New Music (À lançar)

"

cd mp3 Catedral ao vivo no canecão


Descricao:
01- Fonte.mp3

02- o silêncio.mp3

03- simplesmente.mp3

04- você.mp3

05- mais que um sonho.mp3

06- perto de mim.mp3

07- pelas ruas da cidade.mp3

08- mundo vazio.mp3

09- drogas.mp310- criação.mp3

11- solo de baixo.mp312- solo de guitarra.mp3

Barão Vermelho - Acústico MTV (1991 )


domingo, 14 de junho de 2009

Barão vermelho Balada Mtv


Balada MTV é o 13° da banda brasileira Barão Vermelho, lançado em 1999.
[editar] Faixa Bilhetinho Azul Tente Outra Vez Por Que Agente é Assim Enquanto Ela Não Chegar Por Você Meus Bons Amigos Pedra,Flor e Espinho O Poeta Está Vivo Eu Queria Ter Uma Bomba O Tempo Não Pára Todo Amor Que Houver Nesta Vida Puro Êxtase Pense e Dance Quando o Sol Bater na Janela do Seu Quarto vale a pena conferir

Biografia do Barão Vermelho







O Barão Vermelho nasceu em 1981, no Rio de Janeiro, a partir da vontade de Roberto Frejat, Guto Goffi, Dé Palmeira e Maurício Barros de tocar rock’n roll em estado puro. Mas só no ano seguinte, os quatro integrantes encontrariam o vocalista Cazuza e gravariam o primeiro LP, "Barão Vermelho", pela Som Livre, fazendo alguns shows apenas no Rio e em São Paulo. Depois do lançamento do disco "2", que inclui a faixa "Pro Dia Nascer Feliz", vem o sucesso nacional em 1984 com "Beth Balanço", da trilha sonora do filme de mesmo nome e presente no terceiro disco do grupo, "Maior Abandonado". Em janeiro de 1985 participam do festival Rock In Rio e em junho é anunciada a saída do vocalista Cazuza, que parte para carreira solo, e a entrada de Fernando Magalhães e Peninha.
Frejat passa a ser vocalista e o Barão Vermelho assina contrato com a Warner. Em 1988 lançam o sexto álbum “Carnaval”, que tem a faixa “Pense e Dance” incluída na trilha sonora da novela Vale Tudo, de Gilberto Braga. Sucesso absoluto, o Barão fecha o ano fazendo o show de abertura da turnê de Rod Stewart no Brasil. Em 1989, com a popularidade em alta, a banda grava seu sétimo disco, “Barão ao Vivo”, na Dama Xoc, em São Paulo.
Em 1990, o Barão Vermelho participa do Hollywood Rock e é considerado o melhor grupo nacional do festival. No mesmo ano, o baixista Dé é substituído por Dadi, ex-integrante dos Novos Baianos e do A Cor do Som. A banda grava o oitavo disco, “Na Calada da Noite”, escolhido em 1991, por unanimidade de público e crítica da revista Bizz, como o melhor Disco do Ano. Todos os integrantes da banda são apontados, em suas respectivas categorias, os melhores de 90, incluindo Peninha, Fernando Magalhães e Dadi. Em julho, o Barão Vermelho recebe o prêmio Sharp de melhor grupo de rock de 1990. O baixista Dadi é substituído por Rodrigo Santos, que está no grupo até hoje.
Com mais de uma década de estrada, o Barão Vermelho é eleito mais uma vez pelo público e crítica como o melhor grupo do Hollywood Rock 92. No mesmo ano, recebeu o segundo Prêmio Sharp, como melhor banda de rock. Lançado em dezembro de 1999, “Balada MTV – Barão Vermelho” é uma retrospectiva eletro-acústica do grupo, com os melhores momentos da carreira, em novos arranjos. Gravado ao vivo, o CD inclui ainda a inédita "Enquanto Ela Não Chegar" e regravações de Raul Seixas, Cazuza e Legião Urbana.
Em 2001, depois de mais uma apresentação surpreendente no Rock in Rio 3 – Por um Mundo Melhor, o Barão Vermelho faz uma pausa para seus integrantes desenvolverem projetos paralelos.
Em 2004 eles lançaram “Barão Vermelho”, que mostra o puro rock’n roll do início de carreira, com hits como ‘Cuidado’ e ‘A chave da porta da frente’, já estourada nas rádios de todo o Brasil, além de ‘Embriague-se’, ‘Cara a Cara’, “Cigarro aceso no braço” e “Para toda vida”, entre outras. O CD marca o último trabalho do produtor Tom Capone com a banda. Ao todo são 23 anos de carreira e 15 CDs, que mantém o Barão Vermelho como uma das principais grifes do Rock Brasil. "Declare Guerra", "Por Que A Gente É Assim", "Quem Me Olha Só", "Pense e Dance", "Torre de Babel", “Billy Negão”, “Por você”, "O Poeta Está Vivo", "Supermercados da Vida", "Malandragem Dá um Tempo" e "Puro Êxtase" são alguns dos hits inesquecíveis que agregam diferentes gerações nos shows da banda pelo Brasil.
Atualmente a formação do Barão Vermelho é composta por Roberto Frejat (guitarra e voz), Fernando Magalhães (guitarra), Rodrigo Santos (baixo), Guto Goffi (bateria) e Peninha (percussão). Nos shows contam com a participação especial de Maurício Barros (teclados).
Em agosto de 2005, o Barão Vermelho subiu ao palco do reformulado Circo Voador para gravar o seu primeiro DVD, dentro do projeto MTV ao Vivo. Joana Mazzucchelli cuidou da direção de imagens, enquanto coube à Ezequiel Neves a direção musical também para o CD. O DVD reproduz a euforia e o entusiasmo dos fãs em ver o grupo em seu melhor momento de carreira, prestes a completar ¼ de século de estrada. No repertório do CD e DVD estão clássicos do grupo, além da única música inédita, “Nosso Mundo”, composição de Guto Goffi e Maurício Barros.
O elemento surpresa do Barão MTV ao Vivo fica por conta da dobradinha virtual, entre Cazuza e Frejat – este interpretando pela primeira vez - na canção “Codinome Beija-Flor”, de Cazuza e Ezequiel Neves, escolhida como música de trabalho deste novo CD.

Os Paralamas do Sucesso - Perfil 2




Faixas contidas nesse Album





1.
Alagados
Herbert Vianna / Bi Ribeiro / João Barone
2.
A novidade
Herbert Vianna / Bi Ribeiro / João Barone / Gilberto Gil
3.
Melo do marinheiro
Bi Ribeiro / João Barone
4.
Você
Tim Maia
5.
Uns dias
Herbert Vianna
6.
Quase um segundo
Herbert Vianna
7.
Sábado
Diego Blanco / Bahiano - Vs. Herbert Vianna
8.
Tendo a lua
Herbert Vianna / Tete Tillett
9.
Lanternas dos afogados
Herbert Vianna
10.
O amor não sabe esperar
Herbert Vianna
11.
Ela disse adeus
Herbert Vianna
12
Seguindo estrelas
Herbert Vianna
13.
Perplexo
Herbert Vianna / Bi Ribeiro / João Barone
14.
Cuide bem do seu amor
Herbert Vianna

Paralamas do Sucesso - Perfil - disco 1


Grupo formado em Brasília DF, um dos mais importantes do rock brasileiro da década de 1980, funde o rock com o ska e o reggae jamaicanos, músicas latino-americanas e carimbo, alem de outros ritmos brasileiros.
Iniciado em 1982 por Bi Ribeiro (Felipe Ribeiro, Rio de Janeiro RJ 1961) no contrabaixo, Herbert Viana (João Pessoa PB 1961) na guitarra e Vital Dias na bateria, substituído por João Barone (Rio de Janeiro 1962) em 1983. Foi inspirado em Vital que Herbert Viana compôs Vital e sua moto, primeiro êxito do grupo e um dos pontos altos do primeiro LP, Cinema mudo, de 1983, pela EMI.
O segundo LP, O passo do Lui (1984), consolidou a posição do grupo como dos mais criativos do pop-rock brasileiro, incluindo sucessos como Óculos, Meu erro (regravada por Zizi Possi e Nelson Gonçalves), Ska, Romance ideal e Me liga (todas de Herbert Viana). O terceiro LP, Selvagem? (1986), trouxe dois dos maiores sucessos do ano, Alagados (composição do trio) e Melô do marinheiro, adaptação brasileira do dub, estilo de reggae que consiste numa melodia monocórdica sobre uma linha de baixo repetitiva.
Em 1986-1987 apresentaram-se com êxito em Buenos Aires (Argentina), Paris (França) e no Festival de Jazz de Montreux (Suíça). Outros discos do trio são D (ao vivo em Montreux, 1987), Bora-Bora (1988), Big-bang (1989), Os grãos (1991), Severino (1994), Vamo bate lata (1995) e Nove luas (1996). Outros sucessos do grupo incluem Patrulha noturna (1983), Quase um segundo (1988), Lanterna dos afogados (1989), Luís Inácio (300 picaretas) (1995), Uma brasileira (1996, parceria de Herbert Viana com Carlinhos Brown e participação de Djavan) e La bella Iuna (1996). Herbert Viana lançou dois discos solo: É Batumare (1993) e Santorini Blues (1997).



nesse albuum vc encontrara as seguintes faixas



1.
Óculos
Herbert Vianna
2.
Meu erro
Herbert Viann
3.
Romance ideal
Herbert Vianna / Martim Cardoso
4.
Fui eu
Herbert Vianna
5.
Me liga
Herbert Vianna
6.
Vital e sua moto
Herbert Vianna
7.
Cinema mudo
Herbert Vianna
8.
Bora-bora
Herbert Vianna
9.
Aonde quer que eu vá
Herbert Vianna / Paulo Sérgio Valle
10.
Lourinha bombril
Diego Blanco / Bahiano - Vs. Herbert Vianna
11.
La bella luna
Herbert Vianna
12.
Capitão de indústria
Marcos Valle / Paulo Sérgio Valle
13.
Busca vida
Herbert Vianna
14.
O beco
Herbert Vianna / Bi Ribeiro

dvd avi rpm radio pirata 1986




DVD RPM - RÁDIO PIRATA AO VIVO Em, 1985 o RPM lotava os 1200 lugares do Teatro Bandeirantes na estréia do Show "Rádio Pirata"e dava início ao maior fenômeno do rock nacional. Após mais de duzentas apresentações por todo o Brasil, onde o grupo já tocou para mais de dois milhões de pessoas e coleciona vendagem de 2,5 milhões de discos em menos de dois anos de carreira, "Rádio Pirata"- o Show, chega ao vídeo. Espetáculo dirigido por Ney Matogrosso, "Rádio Pirata"- tem direção de vídeo de Paulo Trevisan e foi gravado com cinco câmeras no dia dezessete de dezembro no Ginásio do Ibirapuera. Mais uma façanha do RPM: toda energia de "Louras Geladas" Ölhar 43"e a frieza elaborada de Naja, entre outras, foram registradas em estéreo - um som idêntico ao que sai do seu toca- discos.




esse Dvd e Raro e caro em media custa R$35,00 e Aqui no legionario do rock ele sai de graça pra voçe e so baixar e conferir ele vem em formato Avi

Cd Fabio Jr Acustico




Fábio Jr.
21/11/1953
Biografia
O cantor e ator Fábio Jr. nasceu Flávio Airosa Correia Galvão, em São Paulo, e ainda menino cantou em programas infantis. Antes de adotar o nome artístico de Fábio Jr., cantou e gravou a partir de 1971 como Uncle Jack e Mark Davis, obtendo êxito com canções como "Don't Let Me Try" e "I Want to Be Free Again".A partir de 1979 sua atuação como ator e cantor lhe rendeu fama e fortuna. colecionou sucessos de sua própria autoria, como "Vinte e Poucos Anos", "O que É que Há?" (com Sérgio Sá) e "Pai". Outros sucessos foram "Enrosca", "Seu Melhor Amigo" (ambas de Guilherme Lamounier) e "Eu Me Rendo" (Sérgio Sá). Nos anos 80 trilhou um caminho mais popular de baladas pop-românticas, como "Senta Aqui" (José Luiz Perales/ Fábio Jr./ Roberto Halbouti), "Desejos e Delírios" (Ana Lúcia/ Lula Barbosa/ Rubens Alarcon) e "Quando Gira o Mundo" (Cláudio Rabello/ Rosa Girón). Paralelamente à carreira de cantor, Fábio Jr. fez diversos trabalhos em televisão, normalmente atuando como galã. Participou de novelas como "Água Viva", "Louco Amor", "Roque Santeiro", "Pedra Sobre Pedra" e "Corpo Dourado", todas na TV Globo. No cinema, atuou em "Bye, Bye, Brasil", de Cacá Diegues, ao lado de Betty Faria. Fábio também gravou discos em espanhol e partir desde os anos 90 tem seu próprio programa de auditório na TV Record. Após um tempo de descanso, o cantor paulistano Fábio Jr. lança em 2002 um registro acústico de seus grandes sucessos, como "Eu Me Rendo", "Enrosca", "Seu Melhor Amigo", além da belíssima canção "Pai".

Khorus Maos Vazias





Faixas:
1. O juizo
2. Mãos vazias
3. Mostre-me suas mãos
4. Ainda estou à porta
5. Lembre-se
6. O que vai ser
7. Sonho
8. Festa
9. Rios de esperança
10. Música
11. Pentecostes
12. Com Jesus
13. Refúgio
14. O que vai apresentar
15. Dream (Faixa bônus)Ano: 2006




Esse Post Vai Especialmente pra Minha Amiga Daniele Alves um bjão gata

sábado, 13 de junho de 2009

Catedral 20 anos na estrada cd 2


Catedral 20 anos na estrada cd 1


cd mp3 catedral 20 anos na estrada parte nº 1 tocando ao vivo com participaçoes especiais de diversos artistas como Vynny Luka e Liah vale a pena conferir

curso de memorização


com este curso quaquer um vai passar no vestibular ou em concursos!
aproveitem!

DICIONARIO TECNICO 1


DICIONARIO TECNICO 1
um otimo dicionario tecnico para todas as areas de trabalho!
muito usado em inspeção de dutos,solda e segurança do trabalho!

DICIONARIO TECNICO 2


mais uma versão complementar do dicionario tecnico!
exelente e muito raro!

CAtedral Voçe 1988


Esse eo 1º disco da banda vejam a diferença pro som que elas fazem hoje em dia

Dvd Capital inicial em brasilia


Capital Inicial Ao vivo em Brasilia com certeza esse foi um dos maiores show de rock ja feitos naquela cidade o show conta com um repertorio diversificado nele a banda toca de Legiao Urbana a Raimundos vale a pena conferri pq em breve sera postado o dvd desse apresentação

flash desinfector


flash desinfector
Quem diria que Adobe iria desenvolver um programa tão util como o flash desinfector, este programa consegue limpar o registro e deixa o computador bem mais leve!Por que? muitos podem se perguntar, é devido o uso constante das paginas da internete o computador fica um pouco obsoleto e nem os programas mais atuais conseguem limpar totalmente o registro deixando ainda bastante sujo, vale apena baixar!

Ensaios para a gravação do show DVD Catedral 20 anos na estrada


Video que mostra os ensaios da Banda Catedral para a gravção do seu DVD 20 anos na estrada

Paralamas do Sucesso Cinema Mudo


Essa e uma raridade primeiro disco dos Paralamas do Sucesso neste disco tem a musica Quimica do Renato Russo e uma composição pouco connecida dele Chama de " O que eu Não Disse" Composta por Renato e Herberth Vianna . Vale a pena conferir

Roxette


O melhor do Roxette

Cd Tim Maia Milenium


Renato Russo 1997_O Ultimo Solo


Esse disco foi feito com sobras de material do Primeiro e segundo disco solo que Renato Lançou mas não fica devendo em nada na qualidade.

sexta-feira, 12 de junho de 2009

Microsoft Office 2007 interprise


Cd completo do office 2007 vem em formato winrar e ja vem com serial requisitos minimos 256 mb de memoria windows xp ou vista 1gb livre de hd e processador superio ao pentium 3 esse post vai pro meu Amigo Slash

Renato Russo o Trovador Solitario


Album que retrata a carreira de Renato Russo antes da legiao urbana vale apena conferir

Uma Outra Estação


Primeiro Cd Postumo da Banda lançado em 1997 como o material que sobrou do disco A teméstade ou O Livro dos Dias nesse disco teve participação especial de Bi ribeiro Baixista dos Paralamas do Sucesso na faixa Antes das seis e de Renato Rocha na primeira faixa rindg Songs




Novo Parceiro

Novo Parceiro
o melhor canal de filmes on line

propagandas de cd da legiao

Tv ON line chaves e chapolin

Pesquisar este blog

Followers